Health Connection

Pode perguntar-se… como é possível que o mesmo tratamento quiroprático, que resolve eficazmente as minhas dores nas costas, melhore também a minha saúde geral? A resposta é revelada quando observamos a relação entre a coluna vertebral e o sistema nervoso. Como talvez já saiba, o sistema nervoso é o controlador-mestre de todas as células vivas e órgãos; orquestra e coordena todas as funções celulares. A coluna vertebral envolve o sistema nervoso (a espinal medula e as raízes dos nervos) e é responsável pela sua proteção.

Devido a esta relação íntima, os problemas bioquímicos e estruturais na coluna vertebral podem inflamar partes do sistema nervoso nela contido. Esta inflamação pode resultar dos bioquímicos inflamatórios nocivos libertados durante a lesão aos tecidos ou pode resultar de pressão mecânica direta. Em qualquer dos casos, o funcionamento do sistema nervoso é negativamente influenciado assim como o é também o funcionamento celular, os tecidos e os órgãos que são alimentados pelo(s) nervo(s) afectado. O(s) problema(s) resultante depende das células, tecidos e órgãos afectados, assim como da extensão do sistema nervoso comprometida.

Em suma, uma vez que os poderes inatos de recuperação do organismo são afectados por e integrados através do sistema nervoso, a correção das anomalias da coluna vertebral, as quais inflamam o sistema nervoso, pode levar a diversos resultados favoráveis em pacientes que sofrem de várias condições de saúde, aparentemente não relacionadas com a coluna vertebral.

O que é a subluxação vertebral?

Há cinco (5) componentes que contribuem para o Complexo de Subluxação Vertebral (CSV)?

1 - Componente ósseo

Quando a vértebra está deslocada, não se movimenta adequadamente ou está a sofrer degeneração. Isto leva frequentemente à redução dos espaços entre os ossos, através dos quais os nervos passam; resultando muitas vezes em inflamação ou constrição do próprio nervo

2 - Componente nervoso

É a interrupção do fluxo normal de energia ao longo das fibras nervosas, fazendo com que as mensagens que viajam ao longo dos nervos se tornem distorcidas. O resultado é que todos os tecidos que são alimentados por esses nervos recebem sinais distorcidos do cérebro e, consequentemente, não conseguem funcionar normalmente. Com o decorrer do tempo, isto pode levar a diversas condições, tais como úlceras pépticas, obstipação e outros maus funcionamentos de sistemas do organismo.

3 - Componente muscular

Uma vez que os nervos controlam os músculos que ajudam a manter as vértebras no lugar, os músculos têm de ser considerados como parte integrante do complexo de subluxação vertebral. Na verdade, os músculos tanto afectam como são afectados pelo CSV. A subluxação pode inflamar um nervo, o nervo inflamado pode causar um espasmo muscular, o músculo que sofreu o espasmo desloca ainda mais a vértebra, o que por sua vez inflama mais o nervo e resulta num ciclo vicioso. Não é, portanto, de surpreender que muito poucas subluxações desaparecem por si só.

4 - Componente de tecidos moles

O CSV afectará também os tendões e ligamentos circundantes, o fluxo sanguíneo e outros tecidos, à medida que as vértebras desalinhadas puxam e comprimem o tecido conjuntivo com uma força tremenda. Com o decorrer do tempo, os tecidos moles podem tornar-se alongados ou danificados, deixando a coluna vertebral com uma instabilidade ou restrição permanente.

5 - Componente químico

É a alteração da composição química do organismo devido ao CSV. Com maior frequência, as alterações químicas, tais como a libertação de uma classe de químicos chamados de “kinins,” são pró-inflamatórias, o que significa que aumentam a inflamação na área afectada.

Estas alterações são progressivamente agravadas, com o decorrer do tempo, se não forem corretamente tratadas, resultando em dor crónica, inflamação, artrite, pontos-gatilho musculares, a formação de esporas ósseas (bicos de papagaio), perda de movimento, bem como debilidade e espasmo muscular. Os quiropráticos estão cientes dos perigos do complexo de subluxação vertebral desde que a profissão existe. Há cada vez mais investigação científica que demonstra o impacto tremendamente prejudicial que a subluxação tem nos tecidos do organismo. Para se poder ser verdadeiramente saudável, é essencial que o sistema nervoso funcione livre da interferência de subluxações. Os quiropráticos são os únicos profissionais de saúde formados na detecção, localização e correção do complexo de subluxação vertebral com a utilização dos cuidados quiropráticos.

Contactos

Contacte-nos

Contactos e horários

Horário de Atendimento

De Segunda a quinta-feira das 8:00 às 17:00

(+351) 214 101 429

(+351) 915 007 090

geral@saudecoluna.com

   

Localização

Av. José Gomes Ferreira, Ed. Atlas I, Miraflores
GPS 38.7149, -9.2302

Referências
Entre o Homes Place de Miraflores a o estacionamento da Carris, ao pé do centro de inspecções, no prédio da Oney.

Chegar de Autocarro
Carris: 748, 751, 201, 202, (a menos de 50 m)
750 (a 300 m)

Vimeca:
10 (a menos de 50 m)